" - Saudações Visitantes, Bem Vindos!!!"

P.S: - Não esqueçam de comentar!!

domingo, outubro 31

Porque hoje é comemorado dia das bruxas?


Segundo a lenda diz que:
         
         A origem do dia das bruxas remonta às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcadas diferenças em relação às atuais abóboras ou da famosa frase "Gostosuras ou travessura".
            
       A história desta data comemorativa tem mais de 2.500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outro, exportada pelos Estados Unidos.
       
         Infelizmente aqui no brasil não se comemora o dia dos bruxas porém, em poucos lugares se encontram pessoas dispostas a comemorar esta cultura inglesa. O dia das bruxas pode ser um simples dia pra uns, pra outros um grande dia pra se fazer coisas em beneficio próprio.
         Vai algumas dicas: "- vista uma roupa de monstro ou apenas ponha uma máscara, pode também fazer aboboras com formato de rostos e deixar as coisas com aquele aspequito com aranhas de mentira sons de risadas mas de preferencia a noite em lugares escuros.Mais pode ser um lugares claros não vai ter diferença no seu dia das bruxas. Então, boa sorte!".

sábado, outubro 30

Fábula "Um homem, uma palavra." Parte: Final.

   Após ter escutado um sermão entusiástico e jovial de um certo ''mulá', um de seus amigos perguntou:

   Amigo:    "- Ò, honorável mulá, que idade tens?".

O mulá olhou para o jovem inquiridor e respondeu:   
       
  Mulá:    "- Eu já pus a secar mais camisas no sol do que tu. Minha idade não é segredo. Tenho 40 anos."

  Cerca de 20 anos se passaram, e os dois voltaram à se encontrar. O Mulá, apresentava aspecto mais anciã do que antes. Cabelos grisalhos e sua barba, parecia ter sido coberta com farinha branca.

      Amigo: " - Ò, honorável mulá, começou o amigo, não tenho te visto por um longo tempo. Que idade tens agora?"

Mulá respondeu:  "Ora, seu curioso; Queres sempre saber de TUDO. Tenho 40 anos.

Espantado o amigo perguntou: 

   "- Como pôde ser que tenhas me dado essa mesma resposta quando o interroguei  a 20 anos!?. Isso não está correto!!".

   Furioso o mulá retorquio: E, porque não estaria correto?! O que me importam 20 anos? Naquela ocasião eu te disse que tinha 40 e ainda digo a mesma coisa. Para mim, uma coisa é importante: - Jamais faltar à palavra dada.



Moral da historia:


"- Nunca se contradiga, o que falar sempre vai estar falado. E se voltar atraz em alguma situação, é a pior maneira de se contradizer. Seja sempre firme tanto nas decisões, quanto nas suas palavras. A pior de todas a coisas não é ser impontual mais ser é ser: -FURÃO! ,,

sexta-feira, outubro 22

Fabula "-Sobre a ventura de ter duas esposas"Parte II.







   Era uma vez um: Xeque, tinha a maior de todas as venturas na face da Terra: - tinha duas esposas. Sentido-se extremamente feliz, foi ao bazar e comprou dois colares idênticos, com os quais presenteou suas esposas.Depois de desfrutar horas e horas ao lado de cada uma delas. A única condição exigida foi que cada uma das esposas prometesse jamais contar uma à outra sobre o presente.Um certo dia, as duas esposas, alvoraçadas pela rivalidade e pelo ciúme, vieram até ele, bombardeando-o com perguntas:

Esposas:  " - Dize-nós, ó mais esplêndido dos homens, de qual de nós duas mais gostas?"

Marido: "- Minhas queridas, eu amo as duas acima de TUDO o mais", defendeu-o Xeque com som apaziguador.

Esposas:  "- Não, não", protestaram as mulheres. "- Nós queremos saber de ti, qual de nós duas é alvo de teu maior amor!".

Marido: "- Mas, minhas doçuras, porque bucais desprezares?. E guardo as duas em meu coração".

 Mas as mulheres não ficaram satisfeitas com aquela resposta.

Esposas: "- Tu não vais escapar de nós, Fala! Diga-nós qual é a rainha de teu coração?". Protestam.

Como já não conseguia suportar as opressivas perguntas de suas adoráveis esposas, abaixo sua voz em um tom de promessa sussurrou:

  "- já que, definitivamente tendes de saber eu vós direi a verdade. Aquela que à mais amo é aquela para à qual dei a corrente de ouro." disse.

Ambas as mulheres olharam-se com ar de vitória e ficaram satisfeitas.


Moral da história:


  "  - Um homem, tem o instinto de poder amar e ter mais de duas mulheres. Dependendo de sua condição financeira, e dependendo também da aceitação que cada uma possa ter e admitir que é: -  a ''outra''.
      Contudo, na maior parte das vezes, todo homem adoraria ter mais de duas mulheres e pregar a poligamia perante a sociedade e perante o mundo como assim, fazem nossos irmãos árabes e povos orientais que pregam esta que, chamam de: Lei.
        Cresci meu pai dizendo para mim, que: - um homem pode ter mais de duas mulheres, mais a primeira com o qual se casou foi e sempre será sua eterna rainha. E que o coração de um homem habita diversos tipos de amores mais a primeira com o qual teve algum tipo de relacionamento será sua musa de exemplo e deusa perante sua misericórdia. ,,

Carpen Die.

terça-feira, outubro 19

Fabula do Palestrante- Parte I.

        Era uma vez um certo palestrante que ia dar uma palestra em uma universidade. No dia que informaram para o palestrante onde seria a palestra, ele fica entusiasmado com o número de pessoas à qual ele iria palestrar. No total seria para mais de mil pessoas, em um auditório fechado.
                                                                
       Quando chega ao local  com tudo pronto e tudo na ponta da língua. Ele se exausta ao ver uma única pessoa no auditório e diz:

- Ué, eu não ia dar a palestra pra mais de mil pessoas, foi o que me informaram. E só tem o senhor aqui!?

Um velho caipira que estava no auditório responde:

- Meu senhor, eu não entendo NADA destas coisas.Sou apenas um simples caipira. Mas se eu tivesse um galinheiro e tivesse uma única galinha para alimentar, assim mesmo eu alimentaria-a.

          O Palestrante sensivelmente entendeu o recado do velho caipira. Sendo assim deu tudo o que tinha preparado, falou tudo o que tinha de ser falado. No final ele perguntou à unica pessoa que se encontrava ali {que era o caipira} o que ele achou da palestra que tinha dado.

O caipira responde:

- Meu senhor, eu eu não entendo NADA destas coisas.Sou apenas um simples caipira. Mas se eu tivesse um galinheiro e tivesse uma única galinha para alimentar, assim mesmo eu alimentaria-a.Porém, eu não daria toda a o saco de ração para ela comer!.

O palestrante saí de fininho e entende o recado do pobre e bom caipira.


--------------------------------------------------/ /---------------------------------------------

 MORAL DA HISTÓRIA:

 -------------------------------------------/ /---------------------------------------------
Primeiramente:

- Nunca se empolgue ou comemore antes de alguma coisa acontecer, deixe acontecer e assim terá mais motivos de sobra pra comemorar.

 Seguntamente:

- Nunca ensine ou fale tudo o que sabe para os alheios. É mais preferível ser discreto do que ser chamativo, já dizia meu velho Pai.

E por ultimo:

- Seja humilde, e tenha sensibilidade para compreender as dificuldades e competências das pessoas.Fica a dica para todos nós como lembrete.

segunda-feira, outubro 18

Feias, sujas e imbatíveis

           - As baratas estão na Terra há mais de 200 mil anos, sobrevivem no deserto como nos pólos e podem ficar até 30 dias sem come, as únicas que sobreviveriam a uma explosão nuclear. Vai encarar?


           Férias, sol e praia são alguns dos bons motivos para comemorar a chegada de um verão e achar que essa é a melhor estação do ano.E realmente seria, se não fosse um detalhe as: baratas.Sem dúvida sabemos que são insetos repugnantes, porém elas tem uma incrível capacidade tanto de adaptação quanto de vida. Assim como nós, elas também ficam animadas com o calor.Aproveitam a aceleração de seus processos bioquimicos para se reproduzir mais rápido e, claro para passarem livremente por todos os cômodos de nossas casas.

           
         Nessa época do ano, as chances de dar de cara com a visitante indesejada ao acordar durante a noite para beber água ou ir no banheiro por exemplo, são 3 vezes maiores.Mas tudo bem, sua casa ou apartamento pode estar limpíssima o que pode estar fora de perigo, certo!? Errado. As duas espécies de baratas urbanas no Brasil, é a:  Periplaneta americana (a barata de esgoto, que chega a quatro centímetros e não possuí asas), se movimentam com desenvoltura por conduítes elétricos e tubulações hidráulicas e chegam com facilidade aos andares mais autos tanto de edifícios quando das casas.

           Além disso, não adianta nada sua cozinha estar um brinco, se nenhum vestígio de gordura ou resto de comida. Se ela oferecer abrigos seguros, como buracos no meio dos azulejos ou a umidade aconchegante no fundo escuro da pia, é lá mesmo que a cascuda irá se instalar com toda a família.Afinal de contas, falta de comida não é problema para quem sobrevive durante um mês sem se alimentar, sete dias sem beber um pingo d'agua e quando a fome aperta pode se satisfazer comendo fezes, parente mortos e até vivos.  O único inseto que se houvesse uma explosão nuclear no mundo, seria a sobrevivente.


                                                                - Hilário não acham!?
          
Oct.2010.

domingo, outubro 17

Os amores.

                  
          "- Na vida, nós amamos diversas vezes de diversas maneiras diferenciadas. Muitas das vezes, nós amamos sem querer ou por pura obcessão. Do mesmo jeito o que sentiriamos daria no mesmo "amor".
           Sabemos que o importante de tudo na vida é ser feliz, só não sabemos que até encontrarmos a ''plena felicidade'',  nós vagamos MUITO.Seja ela ao lado de alguém, seja ela sozinhos.

         A questão aqui fica, é que a felicidade deve ser descoberta de alguma maneira, o problema é quanto tempo levariamos para descobri-lá?!
           Sem dúvida, a resposta seria: - MUITO TEMPO!
          Alguns indivuos descobrem sedo de mais, como foi no meu caso. Outros levam vidas e vidas pra descobrirem.
         Quando nós descobrimos a felicidade à qual nós pertencem e à qual foi nós submetida, passamos a começar a fazer trilhagens de: - novas descobertas, novas escolhas e principalmente de novas renúncias. Já que a vida é feita disto.


         Apartir do momento que fazemos as nossas descobertas, as nossas escolhas, e as nossas renúnicias. Nossas vidas começam a fazer um novo sentido, esse novo sentido se sobrepoem muitas das vezes de: - submições ou missões de fazer o melhor por si próprio. Nós sabemos que precisamos fazer ambas coisas todos os dias. E cada vez que renuncímos as coisas, fazemos escolhas, fazemos novas descobertas e cada passo que damos na vida, o futuro torna-se  meio turvo e às vezes promissor.


        Por isso devemos semear sempre: - objetividade. Porque colheremos: resultado. Nunca devemos semear: - um tanto faz, porque iremos colher: - um talvez.     
        No fim de tudo, aprendemos que apesar das escolhas, apesar das novas descobertas que nós temos, e das renúncias da qual fazemos. Aprendemos que o mais importante de tudo na vida, não é aprendermos à viver. Mas, aprender à viver:  FAZENDO HISTÓRIAS!



         Quando passamos a descobrir que a vida é feita do livro e expontanêo arbitrio, nós sabemos que a nossa felicidade está dentro de nós, e talvez seja impossivél estar ao lado de alguém.Porém, quando somos sentimentais demais e egoista de mais e possecivos demais, enxergamos que a felicidade está no outro, que está ao lado de alguém. E que esse  tal ''amor'' do qual sentimos pelo outro, faz mais bem para nós ao invez de estar sozinhos.


      O fato é, que ninguém que estar só. Porque a nossa pocessividade de ter as coisas e de às vezes, cobiçar as coisas é gradiosamente demais. Por isso passamos a vida de um ciclo inteiro: - querendo isto ,querendo aquilo, à proucura disto, á proucura daquilo e reticências. O quanto tudo está na nossa frente e não vemos. E o que sempre estar na nossa frente é: - a liberdade.


       Talvez ninguém saiba o gosto ou  nós nunca sentimos verdadeiramente ela, mais ela nada mais é do que o gosto de viver solitáriamente.Este gosto de estar só, talvez não seja almejado ou compreecivo por quase ninguém e quando é,nunca é recípocro para ambas partes. Porque as ''reticências" da necessidade estar em busca daqui e dalí, supera o gosto de está vivendo solitáriamente.


        A única coisa que percebemos quando estamos vivendo solidariamente porque queremos, é que tudo torna-se instantanêo as coisas nem sempre são expontanêas.Tudo torna-se temporário, não dura muito tempo e sempre quando estamos assim, tudo vai ser desmasiadamente exporádico nas relações, nas nossas realizações em tudo.


        O fato é que, o caminho mais curto se assim você pretende ser livre: - é sentir seus sentimentos, só sentido-os serais livre. Porém, só é realmente ''livre'' o individuo que está disponivél para isso".
                                                                                                    Set-Oct 17.2010.